dstv,cover_media,taylor,swift

Taylor Swift: Nunca deixar de ter os pés no chão

A cantora de 25 anos é um dos nomes mais famosos do planeta, mas não dá por garantida a fama. Perder essa noção, seria um pesadelo, diz.

"O declínio de um artista é sempre atribuído a muitas coisas, mas notei que um dos elementos principais é perder a auto-consciência e fazer má arte e normalmente uma leva à outra", afirmou à Vogue Austrália. "Quando perdemos a noção de nós próprios, começamos a pensar: 'Oh, sou intocável, todas as pessoas à minha volta adoram tudo o que faço, não tenho nada mais para provar'. Esse tipo de atitude pode ser muito perigoso."

Taylor Swift está actualmente ocupada com a 1989 World Tour, que tem levado muitas caras famosas aos seus palcos. Nos últimos concertos, Taylor teve como convidados Ricky Martin, Pitbull e a estrela do basquetebol Dwyane Wade. Essas surpresas têm entusiasmado os fãs e a imprensa, mas a cantora não se deixa levar pelo entusiasmo.

"Tenho sempre de tentar ser menos dura comigo própria e não pensar demasiado... quando algo não funciona, penso que a culpa é minha e que não devia ter feito aquilo ou devia ter feito aquilo", confessa. "Pensar demasiado é o meu maior adversário. Há dias em que estou exausta e às vezes estou mal-disposta e isso é aceitável. Tenho estado melhor ultimamente a ser menos dura comigo e a perceber quando tenho um dia de baixa auto-estima que isso é por causa de mim e não porque toda a gente me odeia. Às vezes, temos a melhor das intenções, mas cometemos erros."