dstv,cover_media,adele

Adele: Eu o o Phill Collins não estamos zangados

A cantora britânica quebrou recordes com o seu mais recente lançamento, 25, e com o single Hello. Mas Adele decidiu não usar o material que tinha feito antes. A mudança de planos fez com que não avançasse com a colaboração com Collins, mas a britânica garante que respeita muito o músico de 64 anos.

"Encontrei-me com ele e ele foi muito simpático", contou à Rolling Stone. "É um génio, mas encontrei-me com ele em Londres numa fase ainda muito cedo, muito antes de começar o disco e tinha esta canção em mente e não me lembro se lhe dei uma cópia da canção ou só refrão ou algo assim e depois tive medo de tudo. Pensei: 'Não estou pronta'. E ele chamou-me um peixe escorregadio! Acho que ele achou que eu decidi que não queria trabalhar com ele, mas na verdade decidi que não queria escrever um disco, ponto final, naquela altura... Não há nenhum problema entre nós, pelo menos da minha parte."

O sucesso de Adele fê-la conhecer muitos músicos famosos, incluindo Bono, dos U2, e John Mayer, com quem criou um laço depois de sofrer uma hemorragia nas cordas vocais, em 2011.

"O John Mayer teve problemas vocais mais ou menos na mesma altura dos meus e ele foi um anjo", contou. "Contactou-me e deu-me segurança."

A cantora foi submetida a uma operação para resolver o problema. Confessa que nunca temeu o fim da carreira.

"O meu médico foi fantástico. Disse-me: 'Está tudo bem, é uma lesão muito comum em cantores'. Foi tipo: 'Já vi isto milhões de vezes e já resolvi o problema um milhão de vezes.' Foi por isso que não fiquei realmente assustada."