Sam Smith press shot, smiling

Sam Smith teria "chorado e rastejado para fora do palco" se caísse como Madonna.

Sam Smith teria "chorado e rastejado para fora do palco" se caísse como Madonna.

Os fãs da rainha da pop enviaram-lhe mensagens de apoio depois da séria queda nos Brit Awards, no mês passado. Madonna levantou-se rapidamente e continuou a actuação de "Living for Love". O colega Sam Smith diz que não se sairia tão bem.

"Costumava cair nas escadas rolantes do metro a toda a hora. Fazia o que todos os tipos faziam, que era olhar para trás, como se houvesse algo de errado com o chão. Gosto de pensar que, se fosse como a Madonna e tivesse caído nos Brits, teria a capacidade de continuar, mas a probabilidade é que chorasse e saísse a rastejar do palco", afirmou à revista britânica "Stylist".

Os Brits foram uma grande noite para Sam Smith. Ganhou os prémios Revelação e Sucesso Global e celebrou as vitórias com o amigo Ed Sheeran, vencedor nas categorias de Melhor Artista Masculino e Melhor Disco.

"Superei a minha ressaca dos Brits a comer queijo!", brincou. "Os Brits foram fantásticos, mas sinto que já celebrei o suficiente. Desde os Grammys que passei semanas sem escrever música, está na hora de voltar ao trabalho."

Sam Smith regravou recentemente a música "Lay Me Down" com John Legend para angariar dinheiro para a Comic Relief.

No início da semana, o cantor de 22 anos teve de cancelar concertos em Milão devido a uma laringite.

"Milão, estarei de volta em Junho e irei cantar ao máximo que já cantei. É uma promessa", escreveu no Twitter, para os seus 2,2 milhões de seguidores.