dstv,tvc,filme,power,negacao.jpg

A ingrata tarefa de aceitar falar com quem nega o holocausto.

Dia 10 de Fevereiro, TVC 1, 22:30 (AO) / 23:30 (MZ)

Repetição: 10 de Fevereiro, TVC 1, 22:30 (AO) / 23:30 (MZ)

Esta é a história verídica de Deborah Lipstadt (Rachel Weisz), professora, historiadora e especialista americana no Holocausto, e do processo movido pelo negacionista britânico David Irving (Timothy Spall) em que teve que provar o que nunca deveria ter sido necessário: que o Holocausto existiu. 

Deborah Lipstadt, professora e académica americana, dedicou o seu estudo ao tema do Holocausto. Entre as suas publicações e palestras, Lipstadt acusou David Irving, um teórico inglês, de negar a existência da chama solução final. Lipstadt sempre se mostrou disponível para discutir opiniões sobre o Holocausto mas nunca sobre a sua não existência. Irado, Irving apresentou queixou por difamação num tribunal britânico. A lei inglesa tem a particularidade de colocar o ónus da prova no acusado, ou seja, deve ser ele a provar a sua inocência e a imputar responsabilidades ao acusador. Por outras palavras, a impulsiva Deborah Lipstadt viu-se na obrigação de ter que provar perante os tribunais britânicos algo que nunca deveria ter sido necessário fazer: que o Holocausto existiu e que milhões de judeus foram exterminados nos campos de concentração. Negação conta a história deste julgamento.