John Legend press shot, smiling, tuxedo

John Legend quer mudar o panorama político com a sua música.

John Legend quer mudar o panorama político com a sua música.

O cantor de 36 anos lançou recentemente a campanha Free America (Libertem a América), com a qual espera ter um efeito positivo no sistema judicial dos EUA. Mas não se quer candidatar a nenhum cargo político nos próximos temos e espera que sejam os fãs a tomar a iniciativa.

"Gosto de cantar e escrever canções, gosto de tomar posições como cantor, enquanto artista, para mobilizar pessoas para uma mudança política, mas acho que esta é a melhor forma de o fazer. Não tenho de me candidatar a cargos políticos para isso", afirmou ao "Entertainment Tonight". "Tive a grande oportunidade de estar onde estou, de ter a influência que tenho e quero usá-la."

John Legend espera convencer as celebridades amigas a juntarem-se à sua causa. Pretende acabar com "a encarceração em massa".

"Somos o país mais encarcerado do mundo", afirma. "Temos mais pessoas presas do que qualquer outro país no mundo, qualquer outro — por mais opressivo e repressivo que pensemos que o regime deles é — temos mais pessoas presas do que eles."

John Legend espera encorajar mudanças na forma como o sistema de justiça trata a dependência e problemas de saúde mental. E tem esperança de que haja alterações no futuro.

"Muito disto está a ter impacto nos bairros como aquele em que nasci", conta. "Muitas das comunidades negras estão a sofrer o impacto disto e é tudo parte de políticas em marcha há 40 anos, polícia que tem andado à caça de todo o tipo de crimes, incluindo os não violentos, a luta contra a droga. Nós acreditamos que há formas mais inteligentes de fazer isto, com mais compaixão, formas de não destruir famílias e comunidades, e estamos a tentar defender essas formas."

Relacionados