DStv,Cover Media,Rita Ora

Rita Ora: Não sou uma devoradora de homens

Rita Ora insiste que é inocente e não a devoradora de homens que pintam.

A britânica teve já a sua dose de romances muito públicos desde que se tornou famosa, em 2012, incluindo uma relação de um ano com o DJ Calvin Harris e um caso com Rob Kardashian.

Foi vista mais recentemente com Ricky Hil, filho do estilista Tommy Hilfiger, ma está novamente solteira, depois de se terem separado este mês.

"Não percebo porque me dão este título de devoradora de homens. Não é verdade. Na realidade, sou muito pura, uma alma inocente. Devo dizer obrigada?", disse ao The Sun". "Acho que se torna intimidante quando uma mulher tem uma carreira."

Os comentários da cantora chegam depois de boatos sobre um novo tema de Ricky sobre ela. A cantora de 24 anos foi também o tema de uma música de A$AP Rocky, depois do breve romance do casal.

A cantora faz actualmente parte do júri da versão britânica do concurso "The X Factor". Na semana passada, deu que falar ao dizer ao concorrente Hobbie Stuart que poderiam ser almas gémeas.

Ontem, Rita Ora foi alvo de críticas por parte da realizadora Gina Prince-Bythewood por não promover a canção nomeada para o Óscar , "Grateful", do filme "Beyond the Lights".

Durante uma sessão de perguntas e respostas no Twitter, a realizadora foi questionada sobre a escolha de Rita Ora.

"Fui eu que a convidei. Gostava de não o ter feito porque ela não promoveu a canção", acusou.

John Legend e Common acabaram por ganhar o Óscar com "Glory", também vencedora do Globo de Ouro.