DStv, TVc2, Especial Orcares

FILMES OSCARIZADOS DE ENCHER O OLHO

Especial Óscares: Efeitos Especiais

FILMES OSCARIZADOS DE ENCHER O OLHO

Grandes histórias, grandes realizadores, grandes atores e grandes atrizes, grandes músicas, todos estes elementos compõem um grande filme. Mas não nos podemos esquecer de grandes efeitos visuais, que nos transportam de forma exemplar para os ambientes das histórias, no domínio do fantástico, como Avatar (2009), de James Cameron, da banda desenhada, como Quem Tramou Roger Rabbit? (1988), de Robert Zemeckis, de mundos perdidos, como Parque Jurássico (1993), de Steven Spielberg, ou da guerra, como O Dia Mais Longo (1962), de Ken Annakin, Andrew Marton e Bernhard Wicki. Estes são alguns dos filmes que venceram o Óscar de Melhores Efeitos Visuais, reunidos num Especial de 15 filmes (oito clássicos e sete contemporâneos), no caminho até à cerimónia de entrega dos Óscares 2017. 

A história do Óscar de Melhores Efeitos Visuais já é longa, mas repleta de altos e baixos. Na primeira cerimónia de entrega dos prémios, em 1928, foi atribuído ao filme vencedor do Óscar de Melhor Filme, Asas (1927), de William A. Wellman, com a designação de Melhores Efeitos de Engenharia. Mas só em 1939 foi criada a categoria de Melhores Efeitos Especiais, que até 1963 incluiu efeitos visuais e sonoros. De 1964 até 1972 vigorou então o Óscar de Melhores Efeitos Visuais, voltando a distinção a diluir-se até 1977. Desde essa altura que o melhor trabalho em efeitos que nos transportam visualmente para os ambientes das histórias idealizadas pelo realizador é recompensado com Óscar de Melhores Efeitos Visuais.

Neste viajaremos por duas épocas do cinema, com filmes clássicos às quintas e sextas-feiras, e trabalhos contemporâneos aos sábados e domingos, num caminho até à cerimónia de entrega dos Óscares.

Quintas, sextas, sábados e domingos de Fevereiro, sempre às 00:00 (CAT) no TVCine 2.