dstv,cover_media,Grande

Ariana Grande arrependida de comentários anti-América

Ariana Grande insiste que tem orgulho em ser americana, apesar do vídeo agora divulgado em que faz comentários anti-América.

A cantora de "The Problem" foi apanhada por uma câmara de vigilância da loja Wolfee Donuts com os bailarinos e o alegado namorado, Ricky Alvarez. O grupo estava a comer donuts quando, de repente, a cantora de 22 anos diz: 'Odeio a América". A mensagem tornou-se viral e a cantora emitiu agora um comunicado para explicar a situação.

"Tenho EXTREMO orgulho de ser americana e sempre deixei claro que amo o meu país", assegura. "O que disse num momento privado com um amigo, que estava a comprar donuts, for retirado do contexto e peço desculpa por não ter escolhido melhor as minhas palavras."

Ariana prosseguiu explicando que estava preocupada com o tamanho dos donuts tendo em conta os problemas de obesidade do país. E, enquanto um exemplo para os mais jovens, sente-se frustrada por o país não se preocupar mais com o problema.

"Como defensora da comida saudável, isto é algo muito importante para mim e às vezes chateio-me com a liberdade com que nós, americanos, consumimos algumas coisas sem pensar nas consequências para a nossa saúde e sociedade", continuou. "O facto de os EUA terem uma das maiores taxas de obesidade infantil no mundo frustra-me. Precisamos de fazer mais para nos educarmos e às nossas crianças sobre os perigos de comer demasiado e sobre o veneno que pomos no nosso corpo. Precisamos de exigir mais da nossa indústria alimentar. No entanto, eu devia ter-me expressado melhor e, com a minha nova responsabilidade para com os outros enquanto figura pública, farei de tudo para ser melhor."